“Deve ser aqui”, diz um letreiro em neon rosa, na parede do que parece ser um estacionamento. É o sinal de você chegou, é ali mesmo: o Futuro Refeitório ocupa um estacionamento e um galpão, que fica mais ao fundo do terreno, em Pinheiros.

O ambiente funciona mesmo como um refeitório (com mesas grandes e pratos servidos na bandeja) e ainda conserva características de garagem, como as faixas preta e amarela nas paredes.

Ali, a chef Gabriela Barretto e Hanny Guimarães, responsável pela padaria, servem todas as refeições – e dá para ver tudo sendo preparado na charmosa cozinha aberta.

Os pães são todos feitos na casa e o café também é torrado ali, o que deixa o café da manhã ainda mais especial. As torradas podem vir cobertas, por exemplo, por creme de laranja, doce de leite ou manteiga de amêndoa com mel. Faz sucesso também a tostada de avocado (o Futuro Refeitório, aliás, foi um dos responsáveis pelo quitute ter entrado na moda).

No almoço e no jantar, é possível combinar verduras e legumes a carnes ou ovos (tudo orgânico). Mas o cardápio também sugere pratos prontos, que chegam na tigela. É o caso do pappardelle com pesto, torrada e queijo ralado e do frango com arroz negro, abóbora e coco.