Sediado no edifício da antiga Hospedaria do Brás, o Museu da Imigração reúne memórias das mais de  2,5 milhões de pessoas, de mais de 70 etnias, que passaram pelo prédio entre os anos de 1887 e 1978 durante a sua chegada ao Brasil.

Com o objetivo de promover conhecimento e reflexão sobre esse processo migratório, o Museu traz relíquias da época cafeeira e do início da industrialização, acervo digital com jornais, cartografias, registros dos imigrantes, além de um banco de dados onde é possível descobrir mais detalhes sobre famílias cujos antepassados eram imigrantes.

A visita leva, aproximadamente, três horas.

Horário de funcionamento: Terça a sábado, das 9h às 17h. Domingos, das 10h às 17h. Ingressos: R$ 10 (meia-entrada, R$ 5; grátis aos sábados).